Como saber se o crescimento do meu filho está normal?

Como saber se o crescimento do meu filho está normal?

O crescimento é uma das características mais notáveis da infância e um dos motivos mais frequentes que levam os pais a procurarem por um endocrinopediatra.

É importante que desde a gestação até a obtenção da estatura final toda criança e adolescente tenha seu crescimento monitorado nas consultas de rotina, onde será avaliada a curva e o ritmo de crescimento.

A partir do nascimento, avaliamos se o padrão de crescimento da criança ou do adolescente está compatível com outras de mesmo sexo e idade e também se está adequado com o seu canal familiar. Para tanto, são utilizados gráficos de curvas de estatura.

Nos dois primeiros anos, o fator determinante para o crescimento ideal é a nutrição adequada. Após essa idade, fatores genéticos, hormonais, alimentares, prática de atividades físicas, sono adequado, problemas de saúde, e até mesmo o uso de medicamentos passam a influenciar na estatura. Sendo que, desses fatores, os genéticos são os de maior relevância.

Nas consultas de rotina com o pediatra, caso sejam identificados sinais que alertem para um crescimento inadequado, será necessária a avaliação de um endócrino infantil.

E quais são esses sinais de alerta?

  • Percentis ou canais de crescimento inferior ao esperado para o padrão genético da família;
  • Previsão de estatura final abaixo da estatura alvo;
  • Desaceleração do crescimento em relação à velocidade esperada.

 

Vale salientar que a velocidade de crescimento esperada varia de acordo com a idade, sendo distribuída do seguinte modo:

– 1° ano de vida: 25cm ao ano;

– 2° ano de vida: 12,5cm ao ano;

– 2 a 3 anos: 8-9cm ao ano;

– 3 anos até puberdade: 5 a 7 cm ao ano;

– Puberdade: meninas: 8-10cm ao ano e meninos: 9-11cm ao ano.